Um grande evento FIB2021 no Brasil será realizado em modo online em 31 de maio e 1 de junho de 2021.



O Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF) é um evento internacional sobre atração de investimentos estrangeiros para o Brasil, organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal, que será realizado em modo online em 31 de maio e 1 de junho de 2021.

Considerado o maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina, o BIF reunirá autoridades dos governos federal, estaduais, municipais e executivos de grandes empresas do Brasil e do mundo, além de representantes da academia, imprensa e formadores de opinião.

Nesta edição o Fórum destacará as oportunidades de investimento em setores estratégicos, como agronegócios, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologias, entre outros. Esta será uma oportunidade única para discutir as melhorias no ambiente de negócios no Brasil.

Nesse ano o BIF será realizado em modo online. O evento terá painéis de discussão de alto nível, com representantes do governo e CEOs de importantes multinacionais, sala de apresentação de projetos públicos e privados no Brasil que estão buscando aporte de investimentos e a oportunidade de networking com representantes de governos estaduais e participantes.


09H-10:30H31/05/2021-Nos discursos de boas-vindas


Presidente, Apex-Brasilos

Mauricio Claver-Carone

Presidente, BID

Carlos Alberto França

Ministro das Relações Exteriores

Jair Bolsonaro

Presidente da República



Invista no Brasil Com área de 8,5 milhões de quilômetros quadrados e mais de 200 milhões de habitantes, além de um território rico em recursos naturais, uma indústria sólida e democracia consolidada, o Brasil é um dos países mais atraentes para investimentos estrangeiros. Um sistema financeiro estável e um enorme mercado interno tornam o Brasil um destino seguro para investimentos e dão ao país a força para resistir a crises internacionais. O Brasil é hoje o sexto maior destinatário de IED no mundo, de acordo com a UNCTAD. As reformas econômicas de ajuste fiscal formam a base para o realinhamento macroeconômico atual, garantindo a previsibilidade e a sustentabilidade dos investimentos estrangeiros. O Brasil também trabalha para aumentar a competitividade e produtividade das suas empresas, adotando medidas para melhorar as condições de negócio. Algumas das principais vantagens competitivas do país são: